Como cuidar do cabelo depois de uma química.

By | April 24, 2016

Por mais que algumas químicas deem a impressão que seu cabelo ficou hidratado, sedoso e saudável não se engane amiga, pois é aí mora o perigo! Hoje nosso papo é sobre os cuidados que devemos ter após os processos químicos, vamos lá?!

É bom salientar que os cuidados devem começar antes mesmo de você pensar em fazer algo nos cabelos, siga o Cronograma Capilar e garanta que ele cabelo esteja saudável antes de quaisquer processo. Bom meninas, existem muitos tipos de químicas, más nesse post vou abordar os 3 mais conhecidos, do mais “simples e rápido” ao mais “perigoso e difícil de cuidar”.

1- Tinturas: Pintar o cabelo é algo que estamos tão acostumadas a fazer e é tão simples que as vezes esquecemos que aquilo também é uma química, e  que precisa de atenção. Se você não for a louca das cores (como eu) e pintar seu cabelo com moderação, dando espaço de pelo menos 45 dias entre uma aplicação e outra, seguir o cronograma será o suficiente para você. Não esqueça das umectações noturnas, e dos cuidados na hora de lavar seu cabelo. NUNCA esfregue shampoo no comprimento dos seus fios. E se possível use queratina líquida na lavagem seguinte a pintura para que ela reponha o que seus fios perderam.



2- Alisamentos em geral: Relaxamento, Progressiva, Henê, Selagem etc: Os alisamentos estão no nível intermediário, e são os que você tem que ter mais atenção, porque a maioria dão a impressão que além de alisar o produto hidratou seu cabelo e você não precisa de mais nada e não é nada disso, o que acontece é que ele cria uma “película protetora” que maquia seus fios e causam essa falsa impressão. Outra coisa, essa película envolve o fio e dificulta a absorção nos nutrientes que você coloca na hora de fazer o tratamento, então os cuidados tem que ser dobrados. Além de seguir o Cronograma, procure usar um repositor de massa e abuse dos ingredientes que temos em casa; Mel para hidratar, Azeite extra virgem para nutrir. Shampoo sem sal, e se quiser ir mais a fundo dê uma olhada no Google sobre shampoos sem sulfato. Evite as fontes de calor com muita freqüência e nunca esqueça de certificar de ter usado um Neutralizante após o processo de alisamento.

Leia também:  Leave in Color Revive - Haskell

3- Descoloração: Descolorir o cabelo é algo que jurei pra mim mesmo que nunca mas farei em minha vida, minha experiência foi negativamente inesquecível e não quero viver esse pesadelo outra vez não!

Dramas a parte, a descoloração pode ser agressiva para umas e para outras nem tanto, isso porque cada cabelo é de um jeito e reage de uma forma diferente. Meu cabelo é super fino, resseca fácil e quebra mais fácil ainda, e por isso a descoloração prejudica tanto. Bom meninas, uma coisa é certa, independente do seu cabelo ser fino ou grosso, os cuidados tem que ser máximos para seu cabelo se mantenha firme. Isso porque o processo de tirar os pigmentos do fios, faz com que os mesmos percam massa e afinem… E muitas vezes você acaba saindo do salão com o cabelo elástico, emborrachado, todo quebrado e enfim, um desastre. Além de tempo e dinheiro para cuidar de um cabelo descolorido, é preciso paciência e foco. As reconstruções devem ser mais frequentes, as umectações rigorosas e há alguns outros cuidados a serem tomados. Se seu cabelo ficou elástico amiga, CORRA das hidratações pois elas repõe a água dos fios, e o que já estava mole, vai derreter literalmente. Use tudo que foi citado acima, e entre uma lavagem e outra, faça o último enxague com vinagre de maça. O vinagre (tem que ser o de maça pois não tem álcool, ta?!) vai fechar tuas cutículas e vai acidificar o ph do fio. Há quem diga que ele também age como um reconstrutor, então faça o teste e veja se dar certo pra você.